Normas para eventos são "fortemente recomendativas" e testes são um "dever" de quem organiza, diz Lacerda Sales

por RTP

O secretário de Estado da Saúde, Lacerda Sales, diz que as normas publicadas ontem pela DGS em relação a eventos são recomendações e realça a importância e necessidade de testagem. Os custos dos testes serão imputados ao público dos eventos e os promotores devem ser as entidades que promovem a realização dos testes, bem como a fiscalização.

Lacerda Sales adianta ainda que a questão do intervalo de tempo entre as duas doses da vacina da AstraZeneca, tendo em conta a variante Delta do novo coronavírus, está a ser analisada pela DGS.

O secretário de Estado reitera que o certificado digital da covid-19 deverá entrar em vigor a 1 de julho.

Quanto à situação de Lisboa, o responsável garantiu que não há exceções à regra e quando um concelho passar as regras definidas como linhas vermelhas na matriz de risco, pode recuar no desconfinamento.
pub