Alternativa à energia russa. Sines pode distribuir gás para a Europa

por RTP

António Costa diz que o porto de Sines pode vir a ser utilizado para a exportação de gás para a Europa e, dessa forma, reduzir a dependência energética da Rússia.

As declarações do primeiro-ministro foram feitas esta sexta-feira na Polónia, país a quem a Rússia cortou o fornecimento de gás.

António Costa anunciou ainda um apoio de 50 milhões de euros para ajudar os refugiados ucranianos que estão na Polónia.

O chefe de Governo esteve num centro de acolhimento em Varsóvia.
pub