Coligação conserva vantagem sobre PS na sondagem diária da RTP

| Eleições Legislativas 2015

Na quarta auscultação diária da Universidade Católica para a RTP, a coligação Portugal à Frente mantém-se à cabeça da corrida na estimativa de resultados, com 40 por cento
|

Ao segundo dia de campanha, a quarta sondagem quotidiana da Universidade Católica para a RTP mantém PSD e CDS-PP à cabeça na estimativa de resultados, com uma vantagem de cinco pontos sobre o PS. Os dados sugerem uma ligeira subida da coligação nas intenções de voto. Mas a percentagem de indecisos é ainda significativa.

É este o cenário agora em perspetiva para o dia 4 de outubro: a coligação Portugal à Frente mantém os mesmos 40 por cento de domingo, ao passo que os socialistas continuam a obter um score de 35 por cento.



Com oito por cento, a CDU é uma vez mais a terceira força na estimativa de resultados, preservando a vantagem de um ponto sobre o Bloco de Esquerda. “A quantidade de indecisos é ainda muito grande, o que pode afetar negativamente a qualidade das estimativas”, aponta o relatório da sondagem.


Os demais partidos somam agora quatro por cento, contra os três por cento da véspera.

Desta quarta sondagem sobressai a percentagem de eleitores que expressam a intenção de ir às urnas mas que dizem não saber a quem vão confiar o voto, ou que recusam revelar a sua escolha.



Na coluna relativa à “intenção direta de voto”, não sei foi a resposta de 34 por cento dos inquiridos. Nove por cento não quiseram responder. Em 24 horas, o número de indecisos aumentou em três pontos.

Sondagens diárias

Esta é a quarta de uma série de sondagens que a RTP divulga até ao final da campanha eleitoral. Estes estudos permitem avaliar dia a dia a evolução das intenções de voto e a tendência dos indecisos.



A amostra é inferior à de um barómetro.

O interesse deste tipo de sondagem - tracking poll - reside na observação das tendências de subida e descida de cada partido, mais do que a medição da percentagem das intenções de voto de cada um.

Ficha técnica

Esta sondagem foi realizada pelo CESOP – Universidade Católica Portuguesa para a RTP entre os dias 17 e 21 de setembro de 2015. O Universo alvo é composto pelos indivíduos com 18 ou mais anos recenseados eleitoralmente residentes em Portugal Continental em lares com telefones fixos. Foram obtidos 738 inquéritos válidos, sendo 61% dos inquiridos mulheres, 28% da região Norte, 33% do Centro, 32% de Lisboa, 2% do Alentejo e 5% do Algarve. Todos os resultados obtidos foram depois ponderados de acordo com a distribuição de eleitores residentes no Continente por sexo, escalões etários e região na base dos dados do recenseamento eleitoral e do Censos 2011. A taxa de resposta foi de 71%*. A margem de erro máximo associado a uma amostra aleatória de 738 inquiridos é de 3,6%, com um nível de confiança de 95%.

* A taxa de resposta é estimada dividindo o número de inquéritos realizados pela soma das seguintes situações: inquéritos realizados; inquéritos incompletos; e recusas.

Tópicos:

Campanha, Diária, Eleições legislativas, RTP, Sondagem, Universidade Católica,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o embaixador francês analisa o atual momento do país, os populismos, os emigrantes portugueses e o interesse francês em Portugal.

    A RTP agrupa as sondagens publicadas pela imprensa francesa, permitindo traçar tendências do eleitorado para as primeira e segunda voltas.

      A Associação Adeptos dos Sonhos faturava cerca de 2600 euros por dia, alegadamente para ajudar crianças carenciadas, mas 90% do dinheiro que recebia ia para uma empresa privada do namorado da presidente.

      Entrevista de D. António Marto, Bispo de Leiria-Fátima, à RTP.