Governo de Costa demitiu 282 dirigentes nomeados pelo governo PSD/CDS em seis meses

por Sandra Felgueiras, Joana Machado, João Ricardo Vasconcelos, Carla Quirino, António Antunes, Rui Silva, Pedro Mateus, Pedro Pessoa

Nos primeiros 6 meses, o executivo do PS suportado pelo Bloco de Esquerda e PCP já deixou duas imagens de marca: revogou grande parte das medidas emblemáticas do anterior governo PSD/CDS e substituiu 282 dirigentes da administração pública.

Nos lugares de topo da administração pública onde figuravam pessoas ligadas ao PSD ou ao CDS estão agora socialistas ou candidatos de outros partidos de esquerda, como o Livre: tempo de Avançar. O governo garante que só promoveu dirigentes por mérito.