Sondagem RTP mantém PSD/CDS à frente do PS

| Eleições Legislativas 2015

|

A segunda sondagem diária da Universidade Católica para a RTP revela que a coligação PSD/CDS-PP (40 por cento) continua à frente do PS (34 por cento). Há seis pontos a separar as duas principais candidaturas, nos cálculos das estimativas eleitorais. De referir que os níveis de abstenção se ficariam hoje pelos 26 por cento.

A coligação Portugal à Frente tem 40 por cento nos cálculos das estimativas eleitorais. Perde um ponto em relação à primeira sondagem da Católica. O PS mantém e vem a seguir com 34 por cento. O Bloco de Esquerda mantém a intenção de voto (em relação a sexta-feira) e surge a par da CDU como terceiras forças políticas com 8 por cento.



Os outros partidos candidatos à Assembleia da República continuam a somar apenas três por cento e nenhum consegue eleger deputados. A estimativa de votos em branco/nulos permanece nos sete por cento.
Intenção de voto e margem de erro
Dada a margem de erro desta sondagem, de 3,8 por cento, o limite mínimo do intervalo associado à votação na coligação (35,7 por cento) é inferior ao limite máximo do intervalo associado à votação do PS (38,2 por cento).

Sublinham os autores da sondagem que, assim sendo, "isto quer dizer que, com base apenas nesta sondagem, não se pode dizer que a coligação tenha hoje mais intenções de voto do que o PS". Indecisos registam forte queda
Esta segunda sondagem mantém o nível de indecisos nos 42 por cento (33% não sabem e 9% não respondem em que partido votarão). Abstenção: 26 por cento (11% não votam e 15% não sabem ainda se o irão fazer).

Sublinha por isso o centro de sondagens da Católica que "a quantidade de indecisos é ainda muito grande, o que pode afetar negativamente a qualidade das estimativas".



Esta sondagem foi realizada pela Universidade Católica para a RTP entre os dias 15 e 18 deste mês. Foram obtidos 678 inquéritos válidos. A margem de erro é de 3,8 por cento.
Sondagens diárias
Esta é a segunda de uma série de sondagens que a RTP divulga até ao final da campanha. Dia a dia vamos poder avaliar a evolução das intenções de voto em cada um dos partidos e a tendência dos indecisos.

A amostra desta sondagem é inferior à de um barómetro.

O interesse deste tipo de sondagem (tracking poll) reside na observação das tendências de subida e descida de cada partido, mais do que a medição da percentagem de intenções de voto de cada um.

Com uma margem de erro de 3,8 por cento, o limite mínimo do intervalo associado à votação na coligação (35,7 por cento) é inferior ao limite máximo do intervalo associado à votação do PS (38,2 por cento).
 

Ficha técnica da sondagem: Esta sondagem foi realizada pelo CESOP – Universidade Católica Portuguesa para a RTP entre os dias 15 e 18 de setembro de 2015. O Universo alvo é composto pelos indivíduos com 18 ou mais anos recenseados eleitoralmente residentes em Portugal Continental em lares com telefones fixos. Foram obtidos 678 inquéritos válidos, sendo 53% dos inquiridos mulheres, 30% da região Norte, 30% do Centro, 33% de Lisboa, 2% do Alentejo e 5% do Algarve. Todos os resultados obtidos foram depois ponderados de acordo com a distribuição de eleitores residentes no Continente por sexo, escalões etários e região na base dos dados do recenseamento eleitoral e do Censos 2011. A taxa de resposta foi de 55%*. A margem de erro máximo associado a uma amostra aleatória de 678 inquiridos é de 3,8%, com um nível de confiança de 95%. * A taxa de resposta é estimada dividindo o número de inquéritos realizados pela soma das seguintes situações: inquéritos realizados; inquéritos incompletos; e recusas.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes.

    Em entrevista à RTP, o paquistanês Ahmad Nawaz recorda o ataque de 2014 a uma escola de Peshawar.

    Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.