Gulbenkian mostra que o cérebro é mais vasto que o céu

| Cultura
Gulbenkian mostra que o cérebro é mais vasto que o céu

Foto: Ilya Naymushin - Reuters

Tentar mostrar o que vai dentro do nosso cérebro é o desafio lançado pela nova exposição da Fundação Gulbenkian que convida o visitante a entrar dentro da sua própria cabeça e entender melhor como pensa.

De nome “Mais vasto que o céu” esta exposição quer proporcionar ao visitante uma viagem imersiva, como explica o curador científico da exposição Rui Oliveira.

A viagem vai desde um fóssil com 500 milhões de anos a robôs pintores, mas também passa por jogos e desafios.

A exposição abre a mente ao público este sábado e vai estar patente até 10 de junho.


A informação mais vista

+ Em Foco

A ONU alerta para um ano de grande instabilidade e de necessidades maiores por parte da população civil.

Os dias estão mais quentes e não é por causa do advento da primavera. A razão está identificada - as alterações climáticas fazem-se sentir em todo o planeta e as consequências espelham-se em fenómenos extremos.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.