Disparam as queixas de utentes da CP

| Economia
Disparam as queixas de utentes da CP

A ver: Disparam as queixas de utentes da CP

A insatisfação cresceu 64 por cento no ano passado em relação ao ano anterior. A maioria das reclamações registadas no Portal da Queixa diz respeito a cortes de linhas e horários dos comboios.

Pelos registos da Autoridade de Mobilidade e dos Transportes, o livro de reclamações foi preenchido mais de 3800 vezes em 2017.

Segundo os dados a que o Jornal de Notícias teve acesso, a falta de investimento e de pessoal na CP e EMEF estão a agravar os problemas e explicam parte deste mau funcionamento dos caminhos de ferro portugueses.

A CP aguarda luz verde do Governo para poder comprar comboios novos e contratar pessoal para a empresa de manutenção.

A informação mais vista

+ Em Foco

Milícias separatistas apoiadas e armadas pelos Emirados Árabes Unidos tomaram a capital do sul, reforçando a sua posição face aos antigos aliados sauditas.

    Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.