Disparam as queixas de utentes da CP

| Economia
Disparam as queixas de utentes da CP

A ver: Disparam as queixas de utentes da CP

A insatisfação cresceu 64 por cento no ano passado em relação ao ano anterior. A maioria das reclamações registadas no Portal da Queixa diz respeito a cortes de linhas e horários dos comboios.

Pelos registos da Autoridade de Mobilidade e dos Transportes, o livro de reclamações foi preenchido mais de 3800 vezes em 2017.

Segundo os dados a que o Jornal de Notícias teve acesso, a falta de investimento e de pessoal na CP e EMEF estão a agravar os problemas e explicam parte deste mau funcionamento dos caminhos de ferro portugueses.

A CP aguarda luz verde do Governo para poder comprar comboios novos e contratar pessoal para a empresa de manutenção.

A informação mais vista

+ Em Foco

A primeira-ministro britânica descarta um segundo referendo, por considerar que não vai solucionar a encruzilhada que o Reino Unido enfrenta.

Xi Jinping passou dois dias em Lisboa, na primeira visita de Estado a Portugal desde que é Presidente da República Popular da China. Foram assinados vários acordos bilaterais.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      O processo de degelo na Gronelândia acelerou substancialmente nas últimas décadas. Os investigadores alertam para o perigo da subida do nível da água do mar.