Parlamento grego aprova terceiro plano de resgate ao país

| Grécia - Dias decisivos
Parlamento grego aprova terceiro plano de resgate ao país

Foto: Christian Hartmann - Reuters

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, disse esta sexta-feira num discurso no parlamento grego que o acordo para o terceiro resgate do país foi uma "escolha forçada" do governo, tomada depois de "esgotar todas as vias de negociação". Yanis Varoufakis, ex-ministro das Finanças grego, votou contra.

Tsipras explicou que teve de escolher entre um programa de ajuda com o euro ou o dracma como moeda nacional.

"Perante um ultimato para a saída temporária da Grécia da zona euro, tomámos a responsabilidade perante o povo grego de nos mantermos vivos e continuarmos a luta em vez do suicídio (a saída do euro)", afirmou esta manhã Tsipras num discurso no parlamento, numa sessão que se estendeu durante toda a madrugada e que deverá terminar com a votação do acordo.

O primeiro-ministro disse que não se arrepende de ter tomado essa decisão e, embora tenha reconhecido que a ajuda externa não é uma vitória, salientou que constitui a melhor opção que o país tinha num momento de asfixia financeira.

A informação mais vista

+ Em Foco

O maior campo de refugiados na Europa fica na ilha grega de Lesbos. O campo de Moria alberga quase oito mil pessoas, três vezes mais do que a capacidade instalada. Reportagem RTP.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.