Agricultores portugueses contestam exigências da UE

| País
Agricultores portugueses contestam exigências da UE

Manuel de Almeida/Lusa

A Confederação dos Agricultores de Portugal considera um retrocesso a exigência de mais resultados a quem recebe ajudas europeias da PAC - a Política Agrícola Comum.

Em declarações à Antena 1 o presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, Eduardo Oliveira e Sousa, manifesta-se surpreendido com a posição do tribunal de contas europeu.

Eduardo Oliveira e Sousa da Confederação dos Agricultores de Portugal estranha a posição da União Europeia.

No parecer sobre a PAC depois de 2020, relatado pelo juiz João Figueiredo, o tribunal de contas europeu defende que é necessário exigir mais resultados aos agricultores que recebem ajudas diretas, para além de assumir que a PAC deve ser mais amiga do ambiente.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes.

    Em entrevista à RTP, o paquistanês Ahmad Nawaz recorda o ataque de 2014 a uma escola de Peshawar.

    Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.