Explosão numa pedreira em Castro Daire provoca um ferido grave

por Lusa
Lusa

Um homem de 43 anos sofreu hoje ferimentos graves na sequência de uma explosão numa pedreira em Castro Daire, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.

"Os ferimentos aconteceram na sequência de explosões com pólvora, para a extração de pedra numa pedreira em Lamas, em Moledo, Castro Daire", especificou a mesma fonte.

Segundo o adjunto do comando dos Bombeiros de Farejinhas, António Figueiredo, que comandou as operações no local, "o homem, funcionário da pedreira, de 43 anos, não apresenta perigo de vida e está estabilizado".

"Tudo indica que foi um acidente de trabalho, na sequência de um rebentamento aqui na pedreira. O homem ficou com diversas escoriações, nomeadamente nos membros inferiores, mas os mais graves aconteceram na mão direita, com queimaduras de segundo e terceiro grau e na cintura pélvica", explicou.

António Figueiredo adiantou ainda que a vítima grave foi levada para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, pelo helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Segundo o CDOS de Viseu, o Alerta foi dado às 10:20 e no local estiveram seis operacionais apoiados por quatro veículos dos Bombeiros Voluntários de Farejinhas e de Castro Daire e da GNR, e ainda o helicóptero do INEM e a sua tripulação.

pub