Ferimentos de militar português obrigam à amputação dos membros inferiores

| País
Ferimentos de militar português obrigam à amputação dos membros inferiores

A ver: Ferimentos de militar português obrigam à amputação dos membros inferiores

O militar português ferido com gravidade na República Centro Africana já regressou a Portugal. A gravidade dos ferimentos obrigou à amputação das duas pernas

A informação é confirmada através de um comunicado das Forças Armadas que adianta que o soldado também sofreu de um traumatismo craniano "sem perda de conhecimento".

O carro em que viajava despistou-se e capotou durante a tarde de quinta-feira.

O militar foi socorrido e estabilizado e transferido para Portugal num avião da Força Aérea Falcon, com acompanhamento médico a bordo, tendo dado entrada no serviço de urgência do Hospital das Forças Armadas, em Lisboa, ao início desta tarde.

Os militares portugueses estão na República Centro-Africana ao serviço das Nações Unidas.

A informação mais vista

+ Em Foco

Mação, que ardeu no mês passado, era apontado como o concelho modelo na prevenção de incêndios. Nada impediu que o fogo voltasse.

Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.