Juiz Neto de Moura pretende avançar com processos-crime por difamação

por Antena 1

Foto: RTP

O caso do julgamento de violência doméstica, que envolve um juiz do Tribunal da Relação do Porto, Neto de Moura, deu origem a várias acusações de machismo e radicalismo para com o magistrado.

Ações que agora Neto de Moura quer mandar para tribunal sob a justificação de difamação.

O juiz, que minimizou um caso de violência doméstica pelo facto de a mulher agredida ter cometido adultério, vai ser ouvido amanhã no Supremo Tribunal de Justiça.

O advogado de Neto de Moura garante que o acórdão deste caso é irrepreensível do ponto de vista dos fundamentos legais, por essa razão o juiz Neto de Moura estuda agir judicialmente contra várias entidades, por alegada difamação.
pub