PJ de Leiria detém suspeito de abuso sexual procurado a nível internacional

| País

A Polícia Judiciária de Leiria deteve um suspeito de abuso sexual, que tinha um mandado de detenção internacional emitido pelas autoridades judiciárias da Bielorrússia, anunciou hoje fonte daquela polícia criminal.

Em comunicado, a PJ informou que, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, em colaboração com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Leiria, foi detido um homem de 41 anos, no dia 09 de outubro.

A detenção do suspeito numa "localidade do distrito de Leiria" surgiu no âmbito de um "mandado de detenção internacional emitido pelas autoridades judiciárias da Bielorrússia, país de onde é natural".

Segundo a PJ, "o detido é alvo de um inquérito criminal conduzido pelas autoridades daquele país pela suspeita da prática de crimes de abuso sexual de crianças, factos alegadamente cometidos, anos antes, naquele país".

O suspeito assume-se como "astrólogo" e foi presente ao Tribunal da Relação de Coimbra, que determinou a prisão preventiva.

Tópicos:

Fronteiras,

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    O desaparecimento do jornalista saudita fragiliza a relação dos EUA com uma ditadura que lhe tem sido útil a combater o Irão e a manter os preços do petróleo.

      Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

        Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.