Queda de grua no Porto obriga ao realojamento de uma família

por RTP

A queda de uma grua na zona das Fontaínhas, no Porto, provocou danos em nove casas. Uma das habitações ficou com danos graves no telhado e sem condições de habitabilidades. Os moradores, um casal e uma criança, vão ser realojados temporariamente. Não houve, no entanto, feridos a registar. Este é o segundo acidente com uma grua desde o início do ano, o que levou a autarquia a ordenar uma fiscalização.

O alerta da queda da grua na rua da Corticeira, freguesia da Sé (zona das Fontainhas), foi dado às pouco depois das 13h30.

Na altura do acidente, a grua estava a trabalhar e os trabalhos estavam licenciados. A estrutura está montada numa propriedade privada e está a ser alvo de uma investigação das autoridades.

O presidente da Câmara Municipal do Porto esteve no local e já ordenou que a Proteção Civil e a fiscalização da autarquia iniciem uma verificação a todas as gruas que estão instaladas na cidade do Porto, porque este é já o segundo acidente deste género no espaço de poucos meses.

Além disso, Rui Moreira vai ordenar a suspensão das licenças para a instalação de gruas no espaço público.

A 10 de fevereiro, uma grua de grande porte caiu na Rua da Torrinha, destruindo parte do telhado de uma habitação onde residiam duas estudantes, que tiveram de ser realojadas.

Além de ordenar a suspensão de licenças para instalação de gruas no espaço público, Rui Moreira irá reunir-se com o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção e também "sensibilizar o Governo sobre esta matéria".

Tópicos