Tancos. Azeredo Lopes informado da recuperação das armas, diz Martins Pereira

| País

|

O antigo chefe de gabinete do ex-ministro da Defesa Azeredo Lopes garante que informou o então ministro sobre a encenação que permitiu recuperar as armas roubadas em Tancos. A informação foi avançada pelos jornais Público e Correio da Manhã. O DN garante que Azeredo Lopes já foi chamado a depor.

Martins Pereira foi interrogado, quarta-feira, como testemunha neste processo. Não foi constituído arguido.

Os jornais Público e o Correio da Manhã adiantam que o tenente-general garantiu no interrogatório que informou o então ministro da Defesa Azeredo Lopes do conteúdo do memorando sobre Tancos que lhe foi entregue há menos de um ano pelo diretor da Polícia Judiciária Militar, o coronel Luís Vieira Um memorando que continha informação sobre a operação encenada de recuperação das armas furtadas nos Paióis de Tancos.

De acordo com o Público, o tenente-general Martins Pereira revelou que assim que recebeu o memorando sobre a operação encenada, passou imediatamente a informação ao governante, a quem ligou pelo WatsApp, cujos telefonemas e mensagens são encriptados e terá colocado o seu telemóvel à disposição dos investigadores para perícia que possa comprovar o que afirma.

O ministro da Defesa Azeredo Lopes demitiu-se do cargo a 12 de outubro, na sequência da investigação ao furto de armas em Tancos e para evitar o desgaste causado às Forças Armadas. Sempre negou ter tido qualquer conhecimento da encenação da descoberta das armas furtadas e descobertas a 18 de outubro de 2017. Dois dias antes da demissão, o advogado de Martins Pereira entregou o memorando em causa à justiça.

De acordo com o Diário de Notícias, o ex-ministro da Defesa já foi chamado a depor no âmbito da Operação Húbris, que investiga o furto do material militar de Tancos.

Tópicos:

Azeredo Lopes, Martins Pereira, chefe de gabinete, ministro da Defesa, operação Húbris, Tancos,

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.