Presidente da República defende tolerância zero contra o racismo

por Antena 1

Foto: Lusa

Instado a comentar as ameaças dirigidas a três deputadas e a activistas, Marcelo Rebelo de Sousa entende que é preciso sensatez e firmeza.

A defesa da sensatez contra a instrumentalização destes temas, são atos que se devem combater na justiça e na polícia, entende o Chefe de Estado.

Fossem quais fossem os alvos das ameaças o racismo é condenável, constitui crime e viola a lei fundamental, sublinha o Presidente da República.

Marcelo Rebelo de Sousa entende que se deve agora deixar o Ministério Público investigar.
pub