António Costa favorável a adiamento da saída do Reino Unido da UE

| Europa-Reino Unido

O primeiro-ministro, António Costa, mostrou-se hoje favorável a um adiamento da saída do Reino Unido da União Europeia, definindo como "desejável e saudável" tudo aquilo que possa evitar um `Brexit` caótico.

Pronunciando-se sobre as notícias veiculadas no domingo pela imprensa britânica, que davam conta da intenção da primeira-ministra britânica, Theresa May, de pedir à União Europeia uma extensão do Artigo 50 para adiar o `Brexit`, o primeiro-ministro português disse encarar aquelas informações de "uma forma positiva".

"É a visão de que se não é possível resolver em duas semanas, damos a oportunidade para resolver em mais tempo, mas sobretudo não vamos desistir de criar condições para que não haja `Brexit` ou a haver `Brexit` ele se desenvolva de uma forma articulada e planeada e não de forma caótica, como estava à beira de acontecer. Tudo o que se possa fazer para evitar um `Brexit` caótico é desejável e saudável", defendeu, sem especificar se a sua preferência recaíria num adiamento por dois meses ou dois anos.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 7 de outubro de 1944, os trabalhadores forçados do Sonderkommando de Auschwitz-Birkenau atacaram os guardas da SS.

Estamos em plena campanha para as Legislativas. Não queremos aqui influenciar o seu voto, mas tratar as dúvidas que nos apareceram a nós e que podem também ser as suas.

    Os portugueses escolhem os seus representantes a 6 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as Eleições Legislativas.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.