Festival do documentário contemporâneo no Porto com 44 estreias nacionais e 11 mundiais

| Cultura

A juventude e a cultura pop são celebradas na II edição do Porto/Post/Doc, um festival que, a partir de hoje e até ao próximo dia 08, apresenta no Porto 66 filmes de 26 nacionalidades, com 44 estreias nacionais e 11 estreias mundiais.

O Porto/Post/Doc, festival que conta com um investimento de 150 mil euros e o apoio da Câmara do Porto, vai passar uma média de sete a oito filmes por dia, em dois dos maiores espaços culturais do Porto - o Teatro Municipal Rivoli e o Cinema Passos Manuel -, e nos Maus Hábitos.

Uma homenagem à realizadora belga Chantal Akerman, que morreu no passado mês de outubro, em Paris, uma secção de "Cinema Falado", dedicado à língua portuguesa, outra - "Transmission" - dedicada ao mundo da música, e a secção competitiva o Grande Prémio Porto/Post/Doc, que tem a concurso 12 dos 404 filmes que se candidataram a um prémio de dois mil euros, são alguns dos destaques do certame que vai contar com a presença de vários realizadores.

Na secção Grande Prémio Porto/Post/Doc, que "representa a excelência e diversidade do documentário contemporâneo", destaca-se a estreia mundial de "Las Vegas in Parts", de Luciano Piazza.

"Transmission" compreende as estreias nacionais "Blur: New World Towers", de Sam Wrench, e "Keith Richards: Under The Influence", de Morgan Neville. Na secção "Cinema Falado" vai passar, por exemplo "Porto da Minha Infância", de Manoel de Oliveira, e também as estreias mundiais "Bairrismos", de Pedro Neves, e "A Causa e a Sombra", de Tiago Afonso.

"A toca do lobo", de Catarina Mourão, "Portugal, um dia de cada vez", de João Canijo e Anabela Moreira, "Get Out of the Car", de Thom Andersen, cineasta em foco no certame, "Beixi Moshuo", de Zhao Liang, "The Vanity Tables of Douglas Sirk"/"Os toucadores de Douglas Sirk", de Mark Rappaport, são alguns dos filmes programados.

Durante o Porto/Post/Doc vai decorrer o fórum "Onde Está o Real?", em que se debaterá "A reinvenção do documentário contemporâneo", "Criar, programar, documentar o imaginário" e "Galiza e Portugal: um imaginário comum".

Tópicos:

Canijo, Car, Catarina Mourão, Minha Infância, Neves, Parts, Post Doc, Sam Wrench, Sombra, Zhao Liang Vanity Tables,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.