Rede de Bibliotecas Escolares nasceu há 20 anos

| Cultura
Rede de Bibliotecas Escolares nasceu há 20 anos

Foto: Olivia Harris - Reuters

O saber não ocupa lugar, mas precisa de espaço para ser transmitido, razão pela qual a Rede de Bibliotecas Escolares cresceu: são hoje quase 2500 em todo o país.

A repórter da Antena 1 Sandy Gageiro foi visitar uma destas bibliotecas, considerada um modelo, na escola Gama Barros, do Cacém.

A coordenadora da Rede Nacional de Bibliotecas Escolares, Manuela Silva, esteve à conversa com a rádio pública e fez um balanço dos 20 anos do sistema.

Manuela Silva refere que a realidade atual acaba por distanciar as pessoas da leitura. E são as bibliotecas escolares que, muitas vezes, levam as crianças a descobrir o gosto pelos livros.


A mesma responsável explica ainda que existe um fosso digital e que cabe às escolas, em parceria com as bibliotecas, estabelecer um elo de ligação entre as novas tecnologias e os livros.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 260 episódios, o projeto chegou às mais diversas áreas: saúde, engenharias, astronomia, tecnologia, química, história, filosofia, desporto ou geografia.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.