Banif pode custar 3.600 milhões de euros ao Estado

| Economia
Banif pode custar 3.600 milhões de euros ao Estado

Foto: Tiago Petinga - Lusa

Cerca de três mil e seiscentos milhões de euros são as contas, por alto, que um investigador da Universidade de Coimbra na área de gestão faz sobre as despesas que o Estado português pode ter de desembolsar.

O Banif é uma fatura bem pesada, que o governo anterior deixou a António Costa.

O banco, agora comprado pelos espanhóis do Santander por 150 milhões de euros, vai ter de ser capitalizado e os valores podem ser muito superiores a três mil milhões de euros.

Para Nuno Teles, um investigador na área de gestão financeira da Universidade de Coimbra, os valores que o Estado vai ter de suportar ascendem aos 3.600 milhões mas o investigador alerta que estes custos podem não ser os finais.

Nuno Teles refere que houve uma tentativa de integração do Banif na Caixa Geral de Depósitos, que Bruxelas não deixou.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

A Redação da RTP votou sobre as figuras e acontecimentos mais destacados, a nível nacional e internacional. Veja aqui as escolhas.

    O verão acabou e com ele as horas de lazer nas praias. Mas a presença humana nestes locais ainda se faz sentir.

      Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.