Paulo Macedo escolhido para número um da Caixa

| Economia
Paulo Macedo escolhido para número um da Caixa

Foto: Lusa

O Governo apresenta esta sexta-feira ao Banco Central Europeu (BCE) o nome de Paulo Macedo para presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD), após o pedido de demissão de António Domingues.

O nome ainda não foi oficialmente confirmado, mas é dado como certo pela generalidade da comunicação social.Paulo Macedo é o sucessor de António Domingues à frente da Caixa.


O antigo diretor-geral dos impostos e ministro da Saúde do Governo partilhado por PSD e CDS-PP aceitou um convite que começou por recusar.

O Governo está agora a trabalhar com Paulo Macedo na construção de uma nova equipa executiva para o banco público.

Fonte próxima deste processo, citada pela agência Lusa, afirma que não existe "qualquer dificuldade" e que não houve "qualquer intervenção do Presidente da República", dado que o assunto "está a ser liderado pelo ministro das Finanças".

Nos últimos dias em comunicado o Ministério das Finanças informou que "a renúncia de António Domingues só produzirá efeitos no final do mês de dezembro".

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Houve aldeias ceifadas e vidas destruídas. O medo viveu ao lado de histórias de heroísmo. Contamos as estórias que agora preenchem dezenas de aldeias esquecidas, muitas pintadas a cinza.

    O incêndio de Pedrógão Grande provocou a morte de 64 pessoas e deixou mais de 200 pessoas feridas. Revisitamos os últimos dias com fotografias e imagens aéreas captadas com recurso a um drone.

      É uma tragédia sem precedentes que vai marcar para sempre o país. O incêndio de Pedrógão Grande fez 64 mortos mais de duas centenas de feridos. Há dezenas de deslocados.

      Nodeirinho é a aldeia mártir do incêndio de Pedrógão Grande. É uma aldeia em ruínas, repleta de casas queimadas e telhados no chão. Um cenário de desolação e dor.