Portugal deve receber mais 20% de turistas alemães em 2016

| Economia

Portugal deverá receber este ano mais 20% de alemães do que em 2015, ano em que o número destes turistas atingiu o recorde de 1,1 milhões, de acordo com os dados hoje divulgados.

Segundo a associação alemã das agências de viagens (DVR), em 2015, o número de alemães que visitaram Portugal o valor conseguido em 2015 traduziu-se num crescimento de mais de 10% em relação ao ano anterior.

Esta tendência de "evolução positiva" deve manter-se em 2016, segundo o presidente da associação, Norbert Fiebig, citado em comunicado pela APAVT -- Associação Portuguesa das Agências de Viagem e Turismo, sinalizando que o crescimento do número de reservas no final de janeiro se situava nos cerca de 20%.

Segundo o presidente da DRV, Portugal alcançou em 2015 o primeiro lugar em termos de dormidas de estrangeiros, pelo que "a promoção e o `marketing` de Portugal na Alemanha deveria manter-se no seu mais alto nível, para assegurar a continuidade do país enquanto destino de referência para os nossos clientes".

"Portugal é um país com uma tremenda riqueza para o turismo, que não se limita a oferecer o sol e o mar com praia, mas também um turismo de cidade, designadamente em Lisboa e Porto, que é muito apelativo. Do mesmo modo, para quem prefira natureza ou caminhadas, ou seja entusiasta do golfe, o país dispõe de muitas e boas ofertas", destacou Fiebig.

Para o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, igualmente citado na nota, "estas são notícias positivas e encorajadoras, vindas de um mercado tão importante para Portugal".

Tópicos:

Agências,

A informação mais vista

+ Em Foco

Apesar de terem passado pouco mais de 24 horas desde a partida de Cabo Canaveral, no espaço os minutos para Neil, Edwin e Michael parecem horas.

    Ouvido pela RTP, o artista chinês mostra-se convicto de que Hong Kong e Macau não serão, no futuro, controlados pela China.

    Começa a legislatura do Parlamento Europeu saído das últimas eleições. Conheça aqui os eurodeputados portugueses e as suas prioridades.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.