Taxistas respondem ao Governo: "Não se pode comprar a coisa"

por RTP

Foto: Hugo Correia - Reuters

O Ministério do Ambiente apresentou dez medidas para modernizar o sector dos táxis, no valor de 17 milhões de euros. Catorze milhões são para renovar a frota através de incentivos ao abate de veículos antigos e apoio à compra de veículos elétricos ou híbridos.

O documento foi apresentado numa reunião entre o ministro do Ambiente, a ANTRAL e a Federação Portuguesa do Táxi para debater a atividade da UBER em Portugal, mas o assunto nem chegou a ser discutido.
As medidas apresentadas pelo Executivo pretendem também melhorar a imagem do sector.


À saída do encontro, o presidente da ANTRAL apontou que o encontro foi inconclusivo.

As confederações saíram insatisfeitas com o ministro do Ambiente.

Carlos Ramos, da Federação Portuguesa do Táxi, considera que os táxis não podem ser uma moeda de troca.