Os outros carris do Tua

| Grande Reportagem
Os outros carris do Tua

Foto: DR

No Vale do Tua, surgiu uma nova linha rabiscada pelo arquitecto Souto Moura, que barra o caminho do rio até ao Douro. Pelas aldeias ribeirinhas, tecem-se críticas, soltam-se anseios, desenham-se projectos turísticos para atrair gente à futura albufeira daquele que é considerado o último Rio de montanha do país. À UNESCO, já chegaram 22 mil cartas para tentar impedir a barragem que vai submergir terrenos e memórias no Alto Douro Vinhateiro. E engolir 16 quilómetros da mítica linha do Tua. A obra está quase concluída, o espelho de água começa a subir o vale, independentemente de todas as renitências. A EDP garante que cumpriu todas as normas ambientais e que a barragem vai produzir quatro por cento da energia hidroeléctrica gerada em Portugal.

«Os outros carris do Tua» grande reportagem de Nuno Amaral, com pós produção áudio de Rui Fonseca.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na Grande Entrevista da RTP, o ministro João Matos Fernandes lamentou que os problemas ambientais sejam muitas vezes menorizados.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.