Conferência de doadores em Bruxelas promete 13,5 mil ME ao Afeganistão

por Lusa

Bruxelas, 05 out (Lusa) -- A conferência sobre o Afeganistão celebrada entre terça-feira e hoje em Bruxelas terminou com a promessa por parte da comunidade internacional de ajudas no total de cerca de 13,5 mil milhões de euros para o período 2017-2020.

O anúncio foi feito pelo comissário europeu para o Desenvolvimento e Cooperação Internacional, Neven Mimica, no final da conferência de doadores, que juntou em Bruxelas 75 países e 26 organizações internacionais.

O montante total recolhido (em promessas), de 15,2 mil milhões de dólares, cerca de 13,6 mil milhões de euros, fica próximo daquele alcançado na conferência de há quatro anos em Tóquio, (14,3 mil milhões de euros).

A conferência contou com a participação do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, que pediu hoje aos talibãs no Afeganistão a selarem uma paz "honrada" com as autoridades de Cabul, de forma a garantir a reconstrução do país, em guerra há décadas.

À entrada para o evento, a Alta Representante para a Política Externa e de Segurança para a UE, Federica Mogherini, já indicara que, no total, a UE e os 28 estados-membros se comprometeram com um financiamento de 1,2 mil milhões de euros ao Afeganistão.

Dos cofres da UE sairão 800 milhões de euros, de fundos próprios, devendo o restante montante ser garantido pelos Estados-membros.

ACC (IG) // PJA

 

Tópicos