Dificuldades de alunos portugueses no Canadá resolvem-se com "muita vontade" - comissão

| Mundo

As dificuldades que os alunos portugueses encontram no ensino no Canadá podem ser ultrapassadas com "muita vontade", sobretudo dos pais, disse hoje à agência Lusa um elemento da comissão consultiva da língua portuguesa de Toronto.

"Todas as dificuldades podem ser ultrapassadas, pois quando se tem vontade, tudo se supera", considerou Leonor Ávila, da Comissão de Consultiva de Língua Portuguesa das Escolas Católicas do Distrito de Toronto, entidade que organizou no sábado a conferência "Descubra a Escola; Desperte o seu Futuro".

A conferência, na escola Bishop/Marrocco Thomas Merton, em Toronto, contou com a presença de cerca de 120 pessoas, entre pais, encarregados de educação e estudantes.

"A questão linguística é uma grande dificuldade, mas existem outras ao nível da aprendizagem, cultural e até financeiras", sublinhou Leonor Ávila, que é natural do Pico (Açores).

Com esta conferência, a comissão pretendia atingir, essencialmente, "os pais", pois "são bastante desinteressados", mas cada vez mais "têm um maior envolvimento na educação dos filhos".

A conferência foi criada com o intuito de haver um diálogo e uma informação aos pais sobre as "dificuldades na educação dos filhos", estando já previsto um outro evento, para dar continuidade ao trabalho.

No entanto, Leonor Ávila reconheceu que nesta conferência "houve alguma dificuldade na sua divulgação".

Durante a iniciativa realizaram-se diversas atividades, incluindo seis seminários, dois deles destinados aos pais e um ao mercado de trabalho, que contou com a participação de escolas técnicas, sindicatos, universidades e colégios.

A Comissão Consultiva de Alunos de Língua Portuguesa das Escolas Católicas do Distrito de Toronto, criada em 2012, pretende "identificar as práticas de ensino dos alunos de expressão portuguesa para os ajudar no sucesso escolar" com o objetivo de "motivar o envolvimento dos pais na educação dos filhos, informando-os dos recursos disponíveis na comunidade".

Integram a comissão nove elementos, mais alguns pais e encarregados de educação voluntários, que se reúnem três vezes por ano com a Direção Escolar Católica de Toronto para discutir o "sucesso académico dos alunos de expressão portuguesa", analisando também o trabalho desenvolvido pelas escolas para "melhorar esse sucesso".

Oficialmente, há 429 mil portugueses e lusodescendentes no Canadá, mas calcula-se que existam cerca de 550 mil, estando a grande maioria localizada na província do Ontário. Estima-se que entre 60 a 70 por cento sejam de origem açoriana.

Tópicos:

Bishop Thomas Merton, Direção Escolar Católica, Pico,

A informação mais vista

+ Em Foco

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Rosa Luxemburgo, "uma das melhores cabeças do socialismo internacional", foi assassinada há 100 anos.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.