ONU alerta que 16 mil civis de Alepo procuram "desesperadamente" refúgio

| Mundo

|

Cerca de 16 mil civis que viviam na zona oriental de Alepo, reconquistada pelas forças governamentais, procuram "desesperadamente" refúgio em áreas mais seguras, disse hoje o responsável da ONU para Assuntos Humanitários.

"Relatórios preliminares indicam que 16 mil pessoas encontram-se neste momento deslocadas e muitas delas em situação precária. O número vai aumentar se os combates continuarem nos próximos dias", alertou Stephan O`Brien através de um comunicado.

As forças de Damasco recuperaram 30 por cento do território de Alepo oriental controlado por forças rebeldes há quase quatro anos.

O ministro dos Negócios Estrangeiros francês já pediu hoje uma reunião urgente do Conselho de Segurança das Nações Unidas para debater a "catástrofe humanitária" em Alepo e estudar a forma de enviar meios de socorro para o terreno.

Tópicos:

Alepo, Stephan,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à Antena 1 e ao Jornal de Negócios, O antigo ministro das Finanças denuncia que as regras do concurso não foram cumpridas.

Em entrevista à editora de Política da Antena 1, o dirigente do Sindicado Independente dos Médicos estima que Campos Fernandes tem pouca força para se impor a Centeno.

Os deputados à Assembleia da República aprovaram esta sexta-feira, por unanimidade, um voto de saudação a Salvador e Luísa Sobral pela vitória no Festival da Eurovisão, em Kiev.

O responsável pelo arranjo da música que venceu o festival da Eurovisão é de Coimbra. Luís Figueiredo é pianista, compositor de jazz e docente na Universidade de Aveiro.