Ameaça de bomba em avião no aeroporto de Faro foi falso alarme

| País

A ameaça foi feita no interior de um avião que está estacionado na pista.
|

Uma ameaça de bomba surpreendeu esta terça-feira os passageiros que se encontravam no aeroporto de Faro. Aquela infraestrutura foi encerrada por volta das 7 da manhã, após a ameaça no interior de um aparelho da TAP com destino a Lisboa. Entretanto, as autoridades de segurança já confirmaram que se tratou de falso alarme e a Polícia Judiciária adiantou mesmo que há boas perspectivas para identificar quem fez os telefonemas.

O aeroporto de Faro esteve em alerta, esta manhã, durante cerca de três horas. A ameaça de bomba foi feita no interior de um avião estacionado na pista. A bordo estavam 38 passageiros, que tiveram de ser retirados.

Vários meios de socorro foram acionados para o local, com dois veículos de emergência médica e várias ambulâncias. Entretanto, as autoridades já garantiram ter sido falso alarme.


As autoridades chegaram a decretar "alerta laranja" no aeroporto de Faro e a Brigada de Minas e Armadilhas esteve no local.
Ameaças feitas em português
Sabe-se agora que a ameaça de bomba "foi feita em língua portuguesa e foi feito mais do que um telefonema", adiantou aos jornalistas Mota Carmo, da diretoria sul da Polícia Judiciária.

Mota Carmo disse ainda que há boas perspectivas para identificar quem fez os telefonemas. "Iremos lançar mão dos nossos recursos tecnológicos e de certeza que identificaremos a pessoa".

O responsável da Polícia Judiciária não quis, entretanto, adiantar mais pormenores sobre a investigação que está a decorrer. "Nós esrtamos no início da investigação e, portanto, é prematuro fazer qualquer tipo de observações".
"Não houve cancelamentos nem atrasos"
O porta-voz da TAP Portugal, António Monteiro, disse à agência Lusa que o avião da companhia portuguesa deveria ter partido pelas 06h05 do aeroporto de Faro com destino a Lisboa, mas tal não chegou a acontecer devido à ameaça de bomba.

O responsável pela companhia aérea portuguesa referiu ainda que os 38 passageiros foram de imediato retirados do interior do aparelho. Na zona pública do aeroporto o ambiente manteve-se calmo.

"As operações no aeroporto de Faro continuam normais. Não houve cancelamentos nem atrasos", avançou Rui Oliveira, porta-voz da ANA, em declarações à agência Lusa, antes mesmo de ter sido dada notícia do falso alarme.

Tópicos:

Ameaça, Bomba, Faro, Portugal, Avião,

A informação mais vista

+ Em Foco

As primeiras eleições democráticas para o poder local realizaram-se a 12 de dezembro de 1976.

Somos todos iguais, diz a Lei. E na prática? Dez associações portuguesas lançam uma ideia para a comunidade e as caras da RTP destacam a desigualdade que mais as preocupa.

    Nos caminhos para Mossul cruza-se a vontade de conquista e a desesperança de quem foge da guerra. A Antena 1 nos territórios que já foram do Estado Islâmico. Iraque: os dias do desespero, reportagem de José Manuel Rosendo.

      Imagine que a boneca ou o robô que comprou para os seus filhos está a transmitir, via áudio, tudo o que se passa lá em casa. E esse não é o maior perigo.