Cavaco visitou gabinete de Queluz onde trabalhará até à posse

| País

O Presidente eleito, Cavaco Silva, visitou hoje o gabinete do Palácio de Queluz que irá ocupar até tomar posse no cargo, a 09 de Março, disse à Lusa fonte próxima do ex- primeiro-ministro.

A visita ao gabinete aconteceu hoje à tarde, adiantou a mesma fonte, sem especificar o momento em que Cavaco Silva passará a trabalhar em permanência na estrutura que lhe foi destinada.

Durante pouco mais de um mês, Cavaco Silva terá à sua disposição uma ala do Palácio de Queluz - o Pavilhão D. Maria I -, onde habitualmente ficam instalados os Chefes de Estado estrangeiros em visita a Portugal.

à sua disposição, Cavaco Silva terá também uma estrutura de apoio dividida por "vários gabinetes", afirmou fonte de Belém, escusando-se a detalhar a composição dessa equipa.

Há cerca de 10 anos, Jorge Sampaio ocupou o Forte de Catalazete até suceder a Mário Soares em Belém.

Hoje, o Presidente da República recebeu em Belém o seu sucessor durante quase três horas, numa primeira audiência após as eleições presidenciais de 22 de Janeiro.

Embora o actual e o futuro Chefe de Estado se tenham escusado a falar após a audiência, ficou em aberto a possibilidade de novo encontro até à tomada de posse.

"Logo se vê", disse na ocasião Jorge Sampaio, questionado pelos jornalistas sobre aquela possibilidade.

A reunião de hoje em Belém entre o Chefe de Estado e o seu sucessor enquadra-se num processo de transição de funções e transferência de "dossiers" que, logo na noite eleitoral, a 22 de Janeiro, Jorge Sampaio disse pretender que decorra de forma calma e cordial.

A primeira conversa, por telefone, entre Jorge Sampaio e Cavaco Silva aconteceu logo na noite das eleições, de acordo com fonte de Belém.

Nos dias seguintes à sua eleição, Cavaco Silva aproveitou para descansar e "arrumar papéis nos sítios onde trabalha", nomeadamente na Universidade Católica de Lisboa.

Eleito Presidente da República com 50,6 por cento dos votos, Cavaco Silva tomará posse a 9 de Março.

Nos termos da Constituição Portuguesa, o Presidente eleito toma posse perante a Assembleia da República e a cerimónia efectua-se no último dia do mandato do chefe de Estado cessante, Jorge Sampaio.

A informação mais vista

+ Em Foco

O vice-presidente do Brasil assegura que a democracia brasileira nunca esteve tão forte como agora. Entrevista exclusiva à RTP.

Em entrevista exclusiva aos enviados especiais da RTP, o cardeal Baltazar Porras declara apoio ao autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.