Crimes ambientais no Tejo

| País
Crimes ambientais no Tejo

A ver: Crimes ambientais no Tejo

O Sexta às 9 teve acesso a um documento enviado ao Estado pela empresa de celulose, Celtejo, há cerca de um mês. É um pedido para poluir. Ou para continuar a poluir.

A empresa assume que não consegue cumprir um dos parâmetros fundamentais da licença ambiental que o Estado lhe deu: o parâmetro relativo ao oxigénio, fundamental para a vida.

Em Vila Velha de Ródão, os pescadores há muito que se queixam de não haver peixe no Tejo. Mas até hoje faltavam as provas.

O Sexta às 9 gravou as descargas da Celtejo no rio e os crimes ambientais que são constantemente cometidos na região.

A informação mais vista

+ Em Foco

Houve aldeias ceifadas e vidas destruídas. O medo viveu ao lado de histórias de heroísmo. Contamos as estórias que agora preenchem dezenas de aldeias esquecidas, muitas pintadas a cinza.

    O incêndio de Pedrógão Grande provocou a morte de 64 pessoas e deixou mais de 200 pessoas feridas. Revisitamos os últimos dias com fotografias e imagens aéreas captadas com recurso a um drone.

      É uma tragédia sem precedentes que vai marcar para sempre o país. O incêndio de Pedrógão Grande fez 64 mortos mais de duas centenas de feridos. Há dezenas de deslocados.

      Por que razão não voltou o Homem ao satélite natural da Terra desde a década de 70 do século XX? Uma das explicações pode estar na poeira que cobre a superfície da Lua.