Crimes ambientais no Tejo

| País
Crimes ambientais no Tejo

A ver: Crimes ambientais no Tejo

O Sexta às 9 teve acesso a um documento enviado ao Estado pela empresa de celulose, Celtejo, há cerca de um mês. É um pedido para poluir. Ou para continuar a poluir.

A empresa assume que não consegue cumprir um dos parâmetros fundamentais da licença ambiental que o Estado lhe deu: o parâmetro relativo ao oxigénio, fundamental para a vida.

Em Vila Velha de Ródão, os pescadores há muito que se queixam de não haver peixe no Tejo. Mas até hoje faltavam as provas.

O Sexta às 9 gravou as descargas da Celtejo no rio e os crimes ambientais que são constantemente cometidos na região.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Redação da RTP votou sobre as figuras e acontecimentos mais destacados, a nível nacional e internacional. Veja aqui as escolhas.

    O embaixador russo em Lisboa afirma, em entrevista à RTP, que as declarações e decisões de Donald Trump sobre Jerusalém podem incendiar todo o Médio Oriente.

    Rui Rosinha, bombeiro de Castanheira de Pêra, sofreu queimaduras de terceiro grau e esteve dez horas à espera de ser internado. Foi operado 14 vezes e regressou a casa ao fim de seis meses.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.