Governo admite que resíduos de Itália sejam depositados em aterro

| País
Governo admite que resíduos de Itália sejam depositados em aterro

A ver: Governo admite que resíduos de Itália sejam depositados em aterro

As várias análises efetuadas no Laboratório do Instituto Superior Técnico revelam que o lixo está dentro dos parâmetros adequados para serem depositados em aterro.

O lixo chegou a Portugal em outubro, proveniente de Nápoles com a classificação de urbano, mas a Agência Portuguesa do Ambiente não fiscalizou a perigosidade dos resíduos.

A RTP denunciou a situação, o negócio foi suspenso e a Inspecção Geral do Ambiente mandou recolher amostras para análise.

As quase 3 mil toneladas de lixo ficaram a aguardar pelos resultados em Setubal e receberam agora a luz verde do ministério do Ambiente: o lixo não está contaminado e pode ser depositado em aterro.

O Governo já notificou o Centro Integrado de Tratamentos de Resíduos Industriais.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na edição deste sábado do 360, na RTP3, o jornalista António Louçã, autor da grande reportagem "Alemanha: o reverso da medalha", resumiu o contexto económico e social no chamado motor da Europa, em véspera de ida às urnas.

A Alemanha vai a votos com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.

    Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

      Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.