Governo admite que resíduos de Itália sejam depositados em aterro

| País
Governo admite que resíduos de Itália sejam depositados em aterro

A ver: Governo admite que resíduos de Itália sejam depositados em aterro

As várias análises efetuadas no Laboratório do Instituto Superior Técnico revelam que o lixo está dentro dos parâmetros adequados para serem depositados em aterro.

O lixo chegou a Portugal em outubro, proveniente de Nápoles com a classificação de urbano, mas a Agência Portuguesa do Ambiente não fiscalizou a perigosidade dos resíduos.

A RTP denunciou a situação, o negócio foi suspenso e a Inspecção Geral do Ambiente mandou recolher amostras para análise.

As quase 3 mil toneladas de lixo ficaram a aguardar pelos resultados em Setubal e receberam agora a luz verde do ministério do Ambiente: o lixo não está contaminado e pode ser depositado em aterro.

O Governo já notificou o Centro Integrado de Tratamentos de Resíduos Industriais.

A informação mais vista

+ Em Foco

O editor de Política Internacional da RTP, Ricardo Alexandre, comentou a sentença do antigo general sérvio-bósnio.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.