Parlamento aprova gestação de substituição

por Diana Palma Duarte, Cristina Gomes, Rui Cardoso

As "barrigas de aluguer" estão a partir de agora acessíveis a mulheres com doenças que não permitam a gravidez. Já as técnicas de fertilização passam a estar disponíveis às mulheres sem parceiro masculino.

A Assembleia da República aprovou esta sexta-feira um projeto de lei sobre a procriação medicamente assistida, alargada a mulheres sem parceiro masculino. A gestação de substituição, vulgo barrigas de aluguer, também foi aprovada.