Santo Tirso anuncia investimento para dotar Vale do Leça de rede de água pública

por Lusa

Santo Tirso, Porto, 26 abr (Lusa) - A câmara de Santo Tirso e a empresa Águas do Norte anunciaram hoje um investimento de cerca de 10 milhões de euros para dotar o Vale do Leça de rede pública de água.

Na zona do Vale do Leça, concelho de Santo Tirso, no distrito do Porto, estão em causa as freguesias de Monte Córdova, Lamelas/Guimarei, Carreira/Refojos, Água Longa, Agrela e Reguenga.

Com este investimento, os responsáveis acreditam que "dentro de dois a quatro anos" a cobertura de rede na zona atinja 95%.

Esta manhã, numa apresentação que decorreu junto à Capela de Nossa Senhora das Dores, em Reguenga, foi vincado como "grande objetivo" deste investimento, que será alvo de candidatura a fundos comunitários, "atingir ganhos de saúde pública".

"Queremos dar continuidade à completa infraestruturação com redes públicas de água e saneamento de todo o concelho. E esta zona sem dúvida que necessita deste projeto que inclui investimentos em alta e em baixa", referiu o presidente da câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto.

O autarca destacou a "beleza" e o património natural da zona do Vale do Leça, elogiando a população e as juntas de freguesia que "souberam conservar muito bem o espaço".

Já o vice-presidente da Águas do Norte, Martins Soares, disse que desde a agregação das empresas de águas estão no terreno investimentos a rondar os 1,8 mil milhões de euros em 80 municípios nortenhos.

"Isto corresponde a três milhões de habitantes a beberem água através da Águas do Norte", referiu, acrescentando "estar certo" que a análise da reformulação do setor faz águas que está a ser feita pelo atual Governo "não vai comprometer estes investimentos".

Tópicos
pub