TAP: Indignação a norte

| País

O conselho regional do norte quer uma intervenção do governo para travar o fim das rotas da TAP a partir do Porto.

Autarcas do Porto, Maia e Matosinhos. Associações empresariais. Universidades e politécnicos da região norte. Todos juntos numa mesma reunião. Em cima da mesa, um só tema: o conflito da TAP com o Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

A TAP garante que as quatro rotas europeias canceladas (Milão, Roma, Bruxelas e Barcelona) representavam um prejuízo de mais de 8 milhões de euros. O Conselho Regional do Norte reafirma a importância estratégica do Aeroporto Francisco Sá Carneiro e promete apoiar todas as iniciativas que o defendam.

O conselho decidiu também pedir esclarecimentos à administração da TAP que considera uma "companhia de bandeira" e por isso, não pode apenas privilegiar a Portela.  Ficou agendada nova reunião para Abril, já depois da data prevista para o cancelamento de quatro rotas a partir do Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

A informação mais vista

+ Em Foco

Ao longo desta semana, há vozes com sotaque de Nações Unidas para ouvir na Antena 1 e no site da RTP. Testemunhos de estrangeiros em Portugal recolhidos a poucos dias de António Guterres assumir a liderança da ONU.

    Imagine que a boneca ou o robô que comprou para os seus filhos está a transmitir, via áudio, tudo o que se passa lá em casa. E esse não é o maior perigo.

      Nasceu em 1951 e já foi um local com uma vida própria e entusiasmante nos arredores de Cascais. Ao longo dos anos, o Edifício Cruzeiro foi-se degradando. Agora terá nova vida.

        Uma rubrica do site da RTP e do Jornal 2 dentro do contexto evocativo do centenário da Grande Guerra. Emitida todas as segundas-feiras.