Um piropo pode dar cadeia

| País
Um piropo pode dar cadeia

Piropos que possam ser entendidos como propostas de natureza sexual são crime punível com pena até um ano de prisão, subindo para três anos, caso sejam dirigidos a menores de 14 anos.

O Código Penal já prevê esse tipo de comportamento, depois de uma proposta de alteração à lei apresentada no parlamento pelo PSD em agosto e aprovado por todos os deputados do hemiciclo.

A juíza do Supremo Tribunal de Justiça Clara Sottomayor acredita que a criminalização do piropo vai proteger vítimas e alterar comportamentos. O sexólogo Júlio Machado Vaz considera que o assunto é demasiado complicado para ser apenas resolvido com a inclusão do comportamento no Código Penal.

A informação mais vista

+ Em Foco

A ONU alerta para um ano de grande instabilidade e de necessidades maiores por parte da população civil.

Em entrevista à Antena 1, o presidente do PS elogia a chamada "geringonça", mas coloca reservas quanto à hipótese de ter BE e PCP num futuro executivo socialista.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.