"A palavra de um comunista vale tanto como um papel assinado", diz João Oliveira

| Política
A palavra de um comunista vale tanto como um papel assinado, diz  João Oliveira

É preciso aclarar o acordo para que se possa falar numa alternativa a este Governo, defende o PS.

Já o líder parlamentar do PCP, João Oliveira, não avança quando vai ser apresentado o acordo dos partidos à esquerda, nem a forma que vai assumir, mas garante que a palavra do PCP vale tanto como um papel assinado.

As negociações sobre um acordo à esquerda continuam e o entendimento só deve ser apresentado depois do debate do programa PSD/CDS marcado para 9 e 10 de novembro.

Nesse debate podem vir a ser apresentadas moções de rejeição dos três partidos à esquerda. Mas, como apurou a Antena 1, a ideia de uma moção conjunta continua a ser uma opção.

A informação mais vista

+ Em Foco

A 15 de outubro de 2017, uma vaga de incêndios fez 50 mortos e dezenas de feridos. Reunimos aqui um conjunto de reportagens elaboradas um ano depois da catástrofe.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.

      Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

        Logo após a recuperação das armas roubadas, o ex-chefe do Estado-Maior do Exército proibiu a PJ de entrar na base de Santa Margarida.