Rangel acredita que Sócrates não seria investigado se PS fosse Governo

| Eleições Legislativas 2015
Rangel acredita que Sócrates não seria investigado se PS fosse Governo

A ver: Rangel acredita que Sócrates não seria investigado se PS fosse Governo

Paulo Rangel acredita que se os socialistas estivessem no Governo não haveria um primeiro-ministro e um banqueiro sob investigação. O eurodeputado diz que esta legislatura ficou marcada por um ataque sério à corrupção.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 7 de outubro de 1944, os trabalhadores forçados do Sonderkommando de Auschwitz-Birkenau atacaram os guardas da SS.

De A a Z. Uma infografia para conhecer como funciona o Parlamento.

    Os portugueses escolheram os seus representantes a 6 de outubro. Acompanhe toda a informação sobre as Eleições Legislativas.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.