Programas tv

HÁ LODO NO CAIS

HÁ LODO NO CAIS

Géneros

  • Filmes - Drama

Informação Adicional

Apesar de toda a polémica que gerou é uma das mais admiráveis realizações de Elia Kazan e um dos filmes mais importantes do cinema americano dos anos 50, que deu a Marlon Brando um dos mais marcantes papéis da sua carreira.

Terry Malloy, um rapaz que vive na zona portuária de Nova Iorque, trabalha como “pau para toda a obra” por conta dos gangsters que controlam os sindicatos dos estivadores. O seu chefe, Johnny Friendly, é, ao contrário do seu nome, um homem brutal e implacável.Porém, tem uma simpatia muito especial por Terry. Este envolvo-se no assassínio de um estivador e conhece a bela Eddie, irmã da vítima. Desconhecendo para quem Terry trabalha, Eddie, pede-lhe ajuda para desmascarar e acabar com a organização de Friendly. Terry, cada vez mais apaixonado por Eddie, começa a ter dúvidas sobre a justeza das suas acções e acaba por se virar contra Friendly, ignorando as suas ameaças. Friendly mata o irmão de Terry e este presta declarações à Comissão Contra o Crime. Após um heróico e brutal confronto entre os dois, Terry vence Friendly e conduz os estivadores para o trabalho livres da exploração e do controlo dos gangsters.

“Há Lodo no Cais” é um filme, a vários títulos notável. Antes de mais, é um espantoso filme negro que recria com pormenor uma actividade do crime organizado em Nova Iorque, a extorção e controlo do sindicato dos estivadores. Depois, é um sensível retrato psicológico de um homem dividido entre o amor e a sua consciência que acaba por ceder ao primeiro e reconquistar a segunda, denunciando e combatendo o sistema criminoso que antes tinha servido. Por fim, é um ousado depoimento político de uma era de arbitrariedade, de exploração e de opressão à margem da lei que provocou uma enorme polémica. A esquerda acusou Elia Kazan de fazer o elogio da delação, de que ele próprio tinha sido protagonista ao denunciar camaradas à sinistra Comissão das Actividades Anti-Americanas, e os sindicatos não lhe perdoaram o facto de os caracterizar como organizações de fachada do crime organizado. Apesar de tudo, e de todo o mal que se disse e escreveu de um dos mais importantes e admiráveis filmes americanos dos anos 50, “Há Lodo no Cais”, foi um estrondoso sucesso de bilheteira e conquistou 8 Oscares da Academia de Hollywood, incluindo os de Melhor Filme, Melhor Realização, Melhor Argumento e Melhor Actor, para Marlon Brando.

Ficha Técnica

Título Original
ON THE WATERFRONT
Intérpretes
Marlon Brando, Eva Marie Saint, Karl Malden, Lee J. Cobb, Rod Steiger, Pat Henning, Leif Erickson, James Westerfield.
Realização
Elia Kazan
Produção
Sam Spiegel
Autoria
Budd Schulberg
Música
Leonard Bernstein
Ano
1954
Duração
103m (pb) minutos