Programas tv

Bem-vindos a Beirais

Já não há finais felizes

Géneros

  • Séries Nacionais

Informação Adicional

Já não há finais felizes

Episódio 33 de 80

Marina conversa com Benjamim sobre Pedro. Ela está preocupada com Pedro pois ele voltou a ter pesadelos durante a noite. Benjamim pergunta o que será que o anda a atormentar e Marina responde-lhe que Pedro não se lembra do que sonhou, mas acorda sempre numa lástima. Benjamim acha que o podem estar a incomodar novamente na escola e Marina diz-lhe que Pedro tem um bom relacionamento com todos os colegas, mas que pode falar com Patrícia para ela estar atenta. Nazaré vai até casa de Hortense para pedir a sua ajuda. Ela gostava de saber qual o sexo dos seus bebés e acha que Hortense conhece uma forma especial de descobrir. Hortense percebe que o pedido de Nazaré é importante para ela e resolve ajudá-la, mas avisa-a que nada daquilo é muito certo. Hortense faz-lhe o teste da agulha: Nazaré tem a palma da mão virada para cima e Hortense tem uma agulha pendurada numa linha sobre a mão de Nazaré. A linha começa a andar à roda e Nazaré percebe que são meninas e fica eufórica pois o seu desejo é ter meninas, ao contrário de Carlos que queria rapazes. De repente Hortense diz a Nazaré que a agulha está a apontar que são meninos e Nazaré responde que a agulha só pode estar torta e deformada, não aceitando a ideia de ter meninos. Hortense diz-lhe que só pode significar duas coisas: ou é um casal ou aquele teste não resulta com gémeos.
Clara combinou com Diogo tomar o pequeno-almoço na sociedade recreativa. Diogo anda muito atarefado com as suas funções de presidente da Junta e por isso tem dado menos atenção a Clara. Ela liga-lhe a perguntar onde ele está e Diogo quase que se esquecia do seu compromisso com Clara. Já na sociedade, ambos conversam sobre as suas funções e Diogo pede desculpa a Clara por ter menos tempo para ela, mas que vai compensá-la por isso. Ele agradece-lhe toda a compreensão que ela tem tido com ele e de repente toda o telefone de Diogo. São assuntos relacionados com a Junta e Diogo tem que sair. Diogo pede desculpa a Clara e promete-lhe que à noite é todo dela. Ela faz um sorriso para disfarçar a sua frustração. Clara desabafa na casa de turismo com Rita e Susana pois sente-se frustrada com o seu namoro. Ela confessa que o anel de noivado tem dado força para continuar, mas revela que Diogo só tem dormido em casa, que adormece quando estão a ver um filme e que está sempre cansado para um passeio de fim-de-semana. Clara diz às amigas que os casais de noventa anos devem ter mais actividades do que eles. Rita diz-lhe que tem a solução para ela pois com isso consegue acordar até um morto e que resultava sempre com o João. Rita vai buscar uma camisa de noite sensual, vermelha, com um rabinho de coelho e uma bandolete com orelhas de coelho. Clara pergunta-lhe se é isso que vai acordar um morto e Rita diz-lhe que resultava com João. Rita refere que a relação deve ser sempre apimentada e Susana acrescenta que Clara não tem nada a perder em experimentar essa ideia.
Pedro adormece em cima dos cadernos e Marina tenta acordá-lo. Marina diz-lhe que Benjamim ajuda-o a acabar os trabalhos e Pedro fica aflito porque tem que entregar o trabalho daqui a uns dias e ainda não escreveu nada. Luís pergunta-lhe se ele precisa de ajuda e Pedro responde-lhe mal disposto que não precisa da ajuda de ninguém. Marina comenta com Luís que começa a ficar mesmo preocupada com Pedro. No quarto de Diogo, Clara resolve seguir a ideia de Rita e coloca lenços vermelhos sobre os candeeiros, algumas velas para serem acesas mais tarde e uma écharpe vermelha sobre a cama para dar um ar mais acolhedor. Ela está optimista e confiante que tudo vai correr bem. Na sociedade recreativa, Patrícia, Luís e Marina conversam sobre Pedro. Marina conta a Patrícia que Pedro tem acordado durante a noite aos gritos e depois custa-lhe muito a voltar a adormecer. Luís pergunta a Patrícia se voltou a acontecer alguma coisa na escola, algum conflito com algum colega e Patrícia diz-lhe que não.

Ficha Técnica

Título Original
Bem-vindos a Beirais
Intérpretes
Pêpê Rapazote, Oceana Basílio, Dinarte Branco
Produção
SP Televisão
Ano
2013
Série
II