Ministro do Ambiente brasileiro vaiado em conferência da ONU

| Ambiente
Ministro do Ambiente brasileiro vaiado em conferência da ONU

Reuters

O ministro brasileiro do Ambiente foi vaiado num evento sobre Mudanças Climáticas, num encontro promovido pelas Nações Unidas.

Ricardo Salles foi chamado ao palco do encontro e quando se preparava para falar aos participantes de 26 países ouviu uma descomunal vaia.

Muitos participantes empunharam cartazes contra as ações do ministro e a política do Governo de Bolsonaro, na área ambiental.

Vaias que também são uma resposta a Ricardo Salles que esta terça-feira veio afirmar que a nuvem que encobriu regiões de São Paulo era uma notícia falsa e criticou o "sensacionalismo ambiental" sobre o tema a Amazónia.

Na Amazónia, entre Janeiro e até agora foram registados 72 mil focos de incêndio.

A Agência Espacial Brasileira revela que este número representa o dobro dos incêndios registados no mesmo período de 2018.

Considerado o pulmão da Terra, a Amazónia tem cerca de cinco milhões e meio de quilómetros quadrados e inclui territórios de oito países.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.