Planeta atingiu o limite de recursos naturais e Quercus culpa excesso de consumo

| Ambiente
Planeta atingiu o limite de recursos naturais e Quercus culpa excesso de consumo

Foto: Ilya Naymushin/Reuters

É um planeta inteiro a viver acima das possibilidades. A partir desta segunda-feira, a humanidade atinge o limite do uso sustentáveis de recursos naturais.

O mesmo é dizer, que a partir desta data, a Terra não tem capacidade de se auto-regenerar. É o que indica a organização internacional Global Footprint Network, que fez as contas à pegada ecológica, que este ano chegou três dias mais cedo no calendário, do que em 2018.

Para o presidente da associação ambientalista Quercus, João Branco, a culpa é do excesso de consumo.

A solução, diz, passa por encontrar alternativas aos materiais e diminuir o consumo. O Presidente da Direcção Nacional da associação ambientalista QUERCUS dá exemplos em diferentes áreas.

Esta segunda-feira chega-se ao limite do uso sustentável dos resíduos naturais disponíveis. Em 2018, a data foi a 1 de agosto.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.