NASA oferece a Lua em UHD-4K

| Ciências

A NASA dá agora a conhecer a Lua em UHD-4K
|

Ver a Lua, lá em cima, numa noite estrelada é como olhar para uma tela de cinema. Mas poder ver este satélite natural ainda mais de perto, como se o sobrevoássemos, é certamente muito melhor.

Este é o desafio que a NASA disponibiliza aos internautas através das imagens em Ultra Alta Definição - 4K, captadas pela sonda norte-americana Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO).

A viagem dura aproximadamente cinco minutos e transporta-nos para a órbita lunar, dando a conhecer alguns dos pontos mais míticos do cinzento astro.

As imagens recolhidas pela câmara instalada na LRO, em órbita desde 2009, e agora divulgadas têm maior resolução (3840x2160p); logo, uma qualidade quatro vezes superior ao Full HD, permitindo visualizar detalhes importantes.

Sobrevoar a Lua sem sair de casa
O passeio virtual 4k oferecido pela NASA visita vários locais interessantes e familiares entre os observadores profissionais e amadores na Terra para ilustrar uma variedade de características do terreno lunar.

Entre eles as grandes e antigas crateras (Orientale, South Pole-Aitken), bem como as crateras menores e mais jovens (Tycho, Aristarchus).

Nesta viagem de cortar a respiração ficamos também a conhecer algumas áreas constantemente expostas à sombra junto às zonas polares, onde fotografar é difícil. Com os instrumentos da LRO, torna-se mais fácil medi-las com altimetria.

A viagem em “Ultra Alta Definição” – 4K mostra-nos também o que resta da ultima missão humana à Lua: Apollo 17, em 1972, no vale lunar de Taurus-Littrow.

Neste local as imagens do LRO revelam-nos o percurso e os rastos no solo lunar, bem como os artefactos espaciais, como o Rover Lunar, que ainda hoje permanecem inalterados e como que congelados no tempo.
Lunar Reconnaissance Orbiter
Em outubro de 2011 a agência espacial norte americana (NASA) promoveu uma viagem virtual, de cinco minutos, que nos levou a conhecer melhor a Lua. Seis anos depois esta viagem é recriada, mas desta vez com uma resolução de imagem em 4K.

O passeio orbital é possível porque em redor da Lua está a sonda Lunar Reconnaissance Orbiter (LRO), que tem entre os seus inúmeros instrumentos câmaras de vídeo de alta resolução.

Aproveitando a viagem realizada anteriormente e expandido o conjunto de dados coligidos pela LRO durante os últimos anos, a NASA dá agora ao internauta a oportunidade de conhecer melhor o satélite natural do planeta Terra.

Instrumentos a bordo da LRO


A Lunar Reconnaissance Orbiter possui vários instrumentos que ajudam a NASA a caracterizar a superfície da Lua.

O poderoso equipamento torna o astro mais nítido e revela novos conhecimentos sobre o corpo celeste mais próximo da Terra.



A LRO é composta por seis instrumentos e uma demonstração de tecnologia.

  • RADIAÇÃO - Telescópio de Raios Cósmicos para os Efeitos da Radiação;
  • INFRAVERMELHOS - Experiência do Radiómetro Lunar Diviner;
  • ULTRAVIOLETA - Projeto de Mapeamento Lyman Alpha;
  • NEUTRONS - Detetor de Neutrões de Exploração Lunar;
  • ELEVAÇÃO - Altímetro laser orbital lunar (Lunar Orbiter Laser Altimeter);
  • LUZ SOLAR - Câmara orbital Lunar Reconnaissance;
  • RADAR - Tecnologia de Mini-RF (Busca de depósitos de gelo de água no subsolo).

A informação mais vista

+ Em Foco

A Marinha tailandesa divulgou um vídeo sobre a operação de salvamento. Veja aqui todos esses momentos.

O presidente da Fundação Mandela, em entrevista exclusiva à RTP, por ocasião do centenário do nascimento de Madiba, que se assinala na próxima quarta-feira à escala mundial.

    A história de Ötzi começou quando um grupo de caminhantes na região alpina italiana de Oetztal tropeçou num cadáver.

    Veja aqui imagens exclusivas em 360º da missão portuguesa.