Bienal Ibérica do Património Cultural abre hoje em Valladolid

| Cultura

A AR&PA - Bienal Ibérica do Património Cultural abre hoje em Valladolid, em Espanha, com Portugal a apresentar várias comunicações sobre o setor, nomeadamente, resultados preliminares do estudo "Património Cultural em Portugal: avaliação do valor económico e social".

No âmbito da AR&PA - Bienal Ibérica do Património Cultural, que se realiza até domingo no Centro Cultural Miguel Delibes, naquela cidade da região autónoma espanhola de Castela-Leão, têm lugar as Jornadas Técnicas, nas quais, hoje, são apresentados os resultados preliminares do estudo dado a conhecer, publicamente, em abril último, e que visa traçar conjeturas económicas para 4.000 pontos patrimoniais, e apresentar uma previsão de visitantes.

Em Valladolid, o estudo vai ser apresentado pela sua coordenadora, a historiadora de arte Catarina Valença Gonçalves, diretora-geral da Spira, agência de revitalização patrimonial, por José Tavares, da Nova School of Business and Economics, da Universidade Nova, e por José Maria Lobo de Carvalho, do Observatório do Património, também da equipa de coordenação.

Os "Dias do Património a Norte" sustentam outra apresentação nacional, hoje, nas jornadas, da responsabilidade da Direção Regional de Cultura do Norte.

Também hoje, mas à noite, atua a fadista Cristina Maria, acompanhada pelos músicos Ricardo Silva (guitarra portuguesa) e João Silva (viola), que apresenta o seu mais recente CD, "Livremente", editado este ano, produzido por António Neto e Fernando Nunes, e constituído por doze temas, entre os quais "Que Fazes Aí Lisboa", "Senhora da Nazaré" e "Senhora do Almortão".

A artista leva a Valladolid duas esculturas de sua autoria, produzidas este ano, "Amália Rodrigues", em mármore branco de Vila Viçosa e ferro, e "Guitarra Portuguesa", em mármore marroquino.

A bienal define-se como um espaço multidisciplar, reunindo diversos agentes culturais, desde instituic¸ões pu´blicas a fundac¸ões, empresas, ateliês de arquitetura e design, operadores turísticos temáticos, projetos de base territorial, empresas de conservac¸ão e restauro e de reabilitac¸ão urbana, universidades e centros de formac¸ão, entre outros.

Ns Jornadas Técnicas de Portugal inclui-se um `workshop` do mercado português, na sexta-feira, que conta, entre outras, com as participações da diretora-geral do Património Cultural, Paula Araújo Silva, num "Balanço e Perspetivas" das ações, no país, de Teresa Ferreira, do Turismo de Portugal, que abordará o tema "O Património como Recurso Estratégico na Afirmação do Destino", e de Gonçalo Lopes, da Comunidade Intermunicipal de Leiria, que falará sobre a "Região de Leiria: Naturalmente Cultural e Candidatura Leiria Capital Europeia Da Cultura 2027".

A este juntar-se-á uma abordagem da "Rede ibérica de mestres artesãos em construção tradicional", por Alejandro García Hermida, da Rede Internacional de Arquitectura Tradicional, e a apresentação do "Projeto conservação e restauro no Instituto Politécnico de Tomar", por Ricardo Triães, deste instituto.

No âmbito das participações musicais, além de Cristina Maria, a programação nacional apresenta, na sexta-feira, a Orquestra Jazz de Leiria, um projeto do músico César Cardoso, iniciado em fevereiro de 2011, o grupo AHKORDA, constituído por David Carvalhana (voz e bouzouki), Rafael Gomes (acordeão cromático bissonoro), e Samuel Louro (percussões), e ainda, no domingo, aulas de música de Aliste e Trás-os-Montes, uma das escolas de folclore da província espanhola de Zamora, que estende o seu âmbito geográfico a Trás-os-Montes.

No sábado, realiza-se a cerimónia de assinatura, pela bienal, do Convénio das Feiras Europeias "Herifair", e no domingo são entregues os prémiso da bienal, no âmbito de ações de valorização do património.

Tópicos:

Aliste Trás, Araújo, Carvalho, Convénio Feiras, Cristina, Fazes Aí, Gonçalo, Intermunicipal, Jazz, Nazaré, Politécnico, Samuel Louro, School Business, Teresa, Valladolid Valladolid,

A informação mais vista

+ Em Foco

Francisco Veloso, reitor da Imperial College Business School, traça os cenários possíveis após a rejeição do acordo.

Na única entrevista concedida a uma televisão, Regina Mateus falou com a jornalista Sandra Claudino.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.