Centro comercial STOP. Músicos e lojistas têm 10 dias para sair

por RTP

Os músicos e lojistas do centro comercial Stop, no Porto, têm dez dias para abandonar o local, logo que sejam notificados. A decisão foi tomada pela Câmara do Porto depois de falhas detetadas por uma fiscalização da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil. Este organismo refere que aguarda que sejam resolvidas essas falhas.

No entanto, a autarquia vai exigir na justiça que seja a Proteção Civil e o Ministério da Administração Interna a decretar o encerramento das instalações.

O Bloco de Esquerda já requereu uma audição urgente do ministro da Cultura, no parlamento.

Uma das associações que representa os músicos do STOP diz que o prazo de dez dias para desmontar os estúdios é muito curto.
pub