´Designer` Alexandra Moura e marca Decenio juntam-se em `coleção cápsula`

por Lusa

A `designer` Alexandra Moura e a marca portuguesa de vestuário Decenio uniram-se em parceria, pela primeira vez, e desenvolveram uma `coleção cápsula` para apresentar na 53.ª Moda Lisboa, no dia 12 de outubro, disse hoje fonte oficial.

O "casamento" entre a marca com 25 anos de experiência no setor da moda, e aquela que foi a primeira `designer` portuguesa a apresentar uma coleção (feminina), no calendário oficial da semana da moda de Milão, é "um marco para a Decenio", assume Maria Manuel Sousa, diretora de `marketing` da marca.

Questionado pela Lusa sobre a razão da parceria com Alexandra Moura, o presidente executivo do grupo Cães de Pedra, Ricardo Fernandes, que detém a Decenio, explicou que o convite à `designer` se justifica pela "importância e pela reputação que a autora já conquistou no cenário da moda nacional", bem como "pela sintonia que acreditamos que existe entre as duas marcas".

"Sempre olhámos para os novos projetos numa perspetiva de continuidade, e aqui não será diferente. Estamos a iniciar uma nova etapa (...), e certamente que este trabalho (com Alexandra Moura) terá continuidade", garante Ricardo Fernandes, explicando que a nova estratégia da marca passa por apostar nos jovens, dando prioridade à "presença digital", designadamente na rede social Instagram.

A `designer` Alexandra Moura, que apresentou a primeira coleção portuguesa - "Bestiário" -, no calendário oficial da Semana da Moda de Milão no passado dia 25 de fevereiro, confessou "muita surpresa" e "alguma estranheza" perante o convite, mas ao mesmo tempo viu o desafio como algo "aliciante" e "incrível".

"Acho que foi precisamente por estarmos tão longe do que a Decenio faz, que (a marca) viu potencial em trabalhar connosco. De repente, vemos uma marca já com um caminho percorrido a aliar-se à moda de autor para criar uma linguagem nova. É uma verdadeira surpresa e algo novo na moda portuguesa", disse a `designer`.

A `coleção cápsula` vai ter cerca de 20 coordenados com o `ADN` que Alexandra Moura tem vindo a revelar, como "a desconstrução das peças, a reinterpretação dos clássicos e o lado mais `sport`", descreveu à Lusa a `designer`, referindo que os tons em destaque vão ser os "azuis", "laranjas", mas também tons claros, como o "beije e areia", além do "preto".

A apresentação da `coleção cápsula` "Decenio/Alexandra Moura", na 53.º edição da Moda Lisboa está marcada para as 19h00, de 12 de outubro, nas Antigas Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento do Exército, no Campo de Santa Clara, na capital portuguesa.

Este desfile será um dos três "`powered by Portugal Fashion` na ModaLisboa".

Com loja `online` disponível em 26 países, a marca portuguesa conta com 31 lojas próprias no mercado nacional, e está presente em 50 lojas multimarca.

Alexandra Moura foi distinguida em 2015 com o Prémio Mulheres Criadoras de Cultura, apresentada pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, tem realizado um trabalho que procura uma nova abordagem para o vestuário, "sem estereótipos de género e sem um uso convencional de tecidos e estampados, onde a alfaiataria clássica é reinventada", lê-se no comunicado de imprensa hoje divulgado.

A 53.ª edição da Moda Lisboa decorre de 10 a 13 de outubro, sob o tema "Collective", que "é um todo maior que a soma das suas partes, é um esforço coletivo que avança com alicerces na individualidade de cada criativo e que forma uma só força, uma só voz, uma voz mais alta".

pub