Editora Bubok publica 450 livros nos primeiros cinco meses em Portugal

| Cultura

O bom acolhimento ao modelo em Espanha levou a editora e livraria on-line Bubok a apostar em Portugal, onde já publicou 450 títulos em formato electrónico ou no sistema print-on-demand desde finais Junho.

Com a maioria das obras disponível nos dois suportes, a Bubok tem actualmente em destaque na sua estante virtual "Correr por Prazer - Já correu hoje?", escrito pelo maratonista Vítor Dias, pela enfermeira especialista em reabilitação Ana Maria de Freitas e pela nutricionista Filipa Vicente.

"Desde finais de Agosto, inícios de Setembro, rondamos a média dos três novos livros publicados por dia, o que é, de certeza, um recorde nacional de publicação mas também um número bastante aceitável num contexto de autopublicação", considerou Alexandre Lemos, country manager da Bubok para o território nacional. "Quanto aos downloads, temos tido um maior número nas publicações gratuitas. Essa ainda é a grande função do livro electrónico, não podemos ignorar. O número de pessoas a pagar pelo download é menos significativo", acrescentou à agência Lusa, indicando que o aumento tem-se registado na "encomenda de livros em papel através da tecnologia print-on-demand".

Tópicos:

Bubok, Vítor,

A informação mais vista

+ Em Foco

O antigo procurador-geral da República do Brasil revelou à RTP que já recebeu várias ameaças de morte e defendeu uma reforma profunda do sistema político brasileiro.

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

    O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.