Embaixada portuguesa em Brasília organiza evento de intercâmbio cultural

| Cultura

A Embaixada de Portugal em Brasília e o Instituto Camões, em colaboração com o Turismo de Portugal, deram início, nesta segunda-feira, à 1ª edição do evento "Brasília ENCONTRA Portugal", que durará até 16 de novembro.

A embaixada portuguesa em Brasília abre as portas ao público, num programa multidisciplinar concebido em torno de quatro eixos: Design, Cultura, Turismo e Gastronomia, e, segundo o embaixador de Portugal no Brasil, Jorge Cabral, visa proporcionar um espaço privilegiado para a reaproximação e redescoberta entre os dois países, num diálogo transatlântico.

"É uma forma de fazer saudade aos que costumam ir, aos que já estão em Portugal e aos que gostavam de voltar, e que nós gostamos muito que voltem. Portanto, têm neste evento a oportunidade de ter uma aproximação, aqui em Brasília. É uma forma também de divulgar o país a quem nunca lá foi mas que sonha em ir.", disse o diplomata.

Um dos grande atrativos da mostra é a presença de um tradicional elétrico lisboeta, o "Prazeres 28", em tamanho real, que irá permitir uma viagem multimédia na companhia de uma réplica do poeta português Fernando Pessoa.

"Até parece que o `bondinho` (elétrico) é descartável e se consegue meter numa mala e transportar rapidamente. Mas a verdade é que parece genuíno. Aliás, permite às pessoas fazer uma viagem virtual, ouvindo os sons, quase tendo a sensação de que estão a subir a calçada e as encostas íngremes de Lisboa", garantiu Jorge Cabral.

Para além destes dois itens tipicamente portugueses, também não faltaram os tradicionais pastéis de nata, que fizeram as delícias dos visitantes, como é o caso de Elizabete Duarte, uma brasileira que não quis perder a oportunidade de voltar a provar o doce português.

"Já conheço o pastel há muito tempo e eu gosto muito. Aprecio muito o pastel de Belém. Aliás, a culinária portuguesa é muito boa", afirmou.

Também a brasileira Vera Andrade elogiou a comida de Portugal, classificando como "impagável" a oportunidade de degustar o pastel português. Vera afirmou ainda que foram razões emocionais que a levaram a visitar a embaixada lusitana.

"Parte do meu coração é português, eu morei sete anos em Portugal e esta foi uma oportunidade de conhecer a embaixada e aproveitar também este momento de design", disse a visitante brasiliense.

Guiomar Teixeira marcou presença no evento "Brasília encontra Portugal" movida pela possibilidade de troca de experiências e culturas: "(Vim) pela curiosidade pela cultura, pelo intercâmbio cultural com os hábitos, com a culinária e também porque Brasília é uma cidade que, apesar de ter muitos movimentos, acho que é muito carente de atividades culturais", lamentou.

A programação contou ainda com a inauguração das exposições "Portugal Manual" e "Expo Brasília Design", seguindo-se de uma mesa redonda sobre o tema "Territórios do Design Contemporâneo - diálogos luso `brasileirenses`".

O evento é também uma oportunidade para a comunidade de Brasília conhecer a Embaixada de Portugal, um edifício inaugurado em 1978, da autoria do arquiteto português Raul Chorão Ramalho, cujo exterior conta com intervenções plásticas e escultóricas de artistas portugueses.

A iniciativa "Brasília ENCONTRA Portugal" prolonga-se até ao dia 16 deste mês, contando ainda com concertos, degustação de gastronomia portuguesa, oficinas e workshops, numa tentativa de fortalecer o diálogo entre Portugal e o Brasil.

 

Tópicos:

Elizabete, Gastronomia, Manual,

A informação mais vista

+ Em Foco

A fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda continua a ser a maior dor de cabeça interna de Theresa May.

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.