"Fado... esse malandro vadio" com Teresa Tarouca estreia dia 30 no Estoril

| Cultura

O musical "Fado... esse malandro vadio!" de João Núncio estreia dia 30 no teatro-auditório do Casino Estoril, com a participação especial de Teresa Tarouca.

"A escolha de um musical sublinha o espaço multifacetado que o teatro-auditório é, especialmente depois de ter tido, em Março, significativos melhoramentos, quer ao nível técnico, quer no tocante ao conforto para os espectadores, que dotaram o espaço das condições necessárias ao reforço da sua polivalência, designadamente para exibição cinematográfica", disse à Lusa fonte do Casino.

"O musical surge como pontual na nossa programação, aliás será interrompida a apresentação da peça de 14 a 22 de Novembro, durante o II Estoril Film Festival, cujo palco principal será o Casino", acrescentou a mesma fonte.

Em declarações à Lusa, o autor explicou que propõe aos espectadores "uma visita às memórias fadistas que têm marcado diversas gerações".

"Procuramos contar a história do fado, a sua ligação aos bairros de Lisboa, a temática amorosa que é uma constante nos fados, etc.", disse João Núncio que se estreia como autor de musicais.

Núncio tem tido experiências amadoras em Évora e, mais recentemente em Alcácer do Sal, além de ter colaborado durante cinco anos com o encenador Filipe la Feria no musical "Amália".

"Foi uma grande escola e abalancei-me a construir um musical fadista que fale do próprio fado", disse.

Além de Teresa Tarouca, fadista há algum tempo afastada das lides artísticas, o elenco inclui o actor Carlos Veríssimo "que faz a ligação entre o público e o que se passa no palco" e ainda os fadistas Francisco Sobral, Rui Neiva Correia, e as actrizes/cantoras Filipa Baptista, e Maria Sampaio.

"Os artistas assumem a dupla função de serem actores e fadistas, recriando teatralmente cada uma das composições", referiu.

Os músicos serão José Ibérico Nogueira, ao piano, Miguel Monteiro, na viola de fado, João Núncio, na guitarra portuguesa, e Frederico Gato, na viola baixo.

Núncio sublinhou à Lusa o "formato descontraído" em que é interpretado o musical de cerca de duas horas.

"Fado... Esse Malandro Vadio!" é um verso de Frederico de Brito do fado "Biografia do fado" que Carlos Ramos criou, e que serviu de inspiração a João Núncio.

A encenação é de Francisco Horta, cenografia de Tatiana Barahona Núncio e Carlos Veríssimo, e a direcção de cena de Maria Luiza Barradas.

NL.

Lusa/Fim


A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevistada no Telejornal, a ministra da Saúde admitiu que reunir o consenso do PSD "não foi algo que tenha passado pelas preocupações do Governo".

A fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda continua a ser a maior dor de cabeça interna de Theresa May.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.