Leonardo Da Vinci em debate no Porto

| Cultura
Leonardo Da Vinci em debate no Porto

A ver: Leonardo Da Vinci em debate no Porto

No próximo dia 27 o inconformismo de Leonardo Da Vinci estará em debate no Porto. A cidade, que por estes dias recebe no Edifício da Alfandega uma exposição sobre um dos génios da Renascença europeia, é palco da primeira conferência Leonardina.

O professor Sobrinho Simões, o músico Pedro Abrunhosa, o Padre Américo Aguiar ou o Coronel António Feijó são alguns dos nomes que vão olhar para invenções que mudaram a ciência, as artes, ajudaram a desmistificar o lugar do homem na criação, ou levaram a guerra a um novo patamar.

O debate acontece na sequência da exposição "Leonardo da Vinci - As invenções do génio" , que reúne 64 réplicas de máquinas e engenhos, bem como representações de obras, desenhos e outros protótipos inventados por Leonardo da Vinci, e que está aberta ao público na Alfandega do porto até 31 de julho.

Comissariada pelo arquiteto Eduardo Souto Moura, esta é uma exposição itenerante que já passou por várias cidades da Europa, pelos Estados Unidos, América do Sul e Ásia.

A informação mais vista

+ Em Foco

Houve aldeias ceifadas e vidas destruídas. O medo viveu ao lado de histórias de heroísmo. Contamos as estórias que agora preenchem dezenas de aldeias esquecidas, muitas pintadas a cinza.

    Jorge Paiva, botânico e professor, um dos maiores peritos da floresta, critica em entrevista à Antena 1 o desinteresse generalizado dos políticos pelos problemas da floresta.

    É uma tragédia sem precedentes que vai marcar para sempre o país. O incêndio de Pedrógão Grande fez 64 mortos mais de duas centenas de feridos. Há dezenas de deslocados.

    Nodeirinho é a aldeia mártir do incêndio de Pedrógão Grande. É uma aldeia em ruínas, repleta de casas queimadas e telhados no chão. Um cenário de desolação e dor.