"Mornas ao Piano"

| Cultura
Mornas ao Piano

A ver: "Mornas ao Piano"

"Mornas ao Piano" é o disco que nos traz de volta Tété Alhinho. A artísta cabo verdiana vai apresentar o seu novo trabalho no próximo dia 13 de maio, em Lisboa, no B.Leza. "São Batuques, Mornas e Coladeiras acompanhados ao piano, que é um instrumento tradicional na música de S. Vicente, do Mindelo, de onde eu venho", explica no Jornal 2 a cantora.

O novo single, "Lua Bonita" está nomeado para "Melhor Morna" nos Cabo Verde Music Awards, os Prémios que elegem o melhor que se faz pelas Ilhas de Morabeza. O Videoclipe do tema foi esta terça-feira estreado no Jornal 2.

"Além de mornas, que são maioritárias, este CD tem um batuque de Mário Lúcio, uma coladera e uma mazurca, além de temas compostos por mim", explica Teté Alhinho, que resgatou mornas de Daniel Mariano, Paulinho Vieira, Jacinto Estrela e B.Leza.

Teté Alhinho assina a composição de Muchacho Loco, da poetisa cubana Carilda Oliver Labra, e de dois poemas de Mário Lúcio, N'tem um amor e P'Alta, este último uma homenagem à mãe da artista.

Alhinho assina ainda a letra e música de Lua bonita e, entre os inéditos há um com letra de Hélio Cruz e música de Antero Simas.

O último trabalho de longa duração, a solo, da cantora ("Voz") era já de 2004.

Misturando originais e clássicos do repertório cabo-verdiano, o novo disco é apresentado no dia quinta-feira no B.Leza, em Lisboa, às 22h, com Moisés Ramos (piano), Carlos Barreto (contrabaixo), Yuri Daniel (percussões) e Paló (cavaquinho e viola).

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma semana após a extinção do incêndio de Monchique, a televisão pública esteve no barlavento algarvio com uma emissão especial sobre o cíclico flagelo dos incêndios e as alterações climáticas.

    Fãs de Aretha Franklin homenagearam a icónica cantora norte-americana em várias cidades dos Estados Unidos. A rainha da Soul morreu na manhã de quinta-feira na sua casa em Detroit.

      Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

        Há uma nova rota turística pela cidade de Lisboa, baseada em memórias de lisboetas mais antigos. São beneficiários da Associação Mais Proximidade Melhor Vida.